Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

31 da Sarrafada

31 da Sarrafada

26
Set10

O Silêncio

FF

 


Hoje o povo Venezuelano vai votar. O Twitter fervilha com informação e relatos. Em contraste os orgãos de comunicação social em Portugal dão destaque ao Afeganistão, ao Sporting e ao Tango Passo-Socrático com um piscar de olhos ao BE. Hoje o povo Venezuelano vai votar incluindo a comunidade de origem Portuguesa radicada naquele país. O que provoca este silêncio nos media Portugueses é algo que me escapa.

 

Para seguir o que se está a passar na Venezuela basta clicar neste link.

07
Set10

O Mapa dos Direitos Humanos (Segundo os Ratos Corporativos e as Avestruzes Jugulares)

FF

 

 

Esta coisa dos Direitos Humanos, e da defesa dos mesmos, é muito interessante. Primeiro dá jeito para aparecer (ainda mais) na televisão, contar cabeças e receber pancadinhas nas costas como quem diz "Agora é que os tramaste!" a caminho do P'apa Açorda para um jantar.
Em segundo lugar fica sempre bem ser-se defensor de qualquer coisa a dar para o humanitário (nem que seja o direito à auto-determinação das focas na Ilha da Páscoa) porque isso é que é ser de esquerda e a malta tem que acompanhar as modas e isso assim.

 

Para eles o mapa do mundo dos direitos humanos misteriosamente excluí os países com quem o actual governo Português mantêm excelentes relações. Venezuela? "Ah sim, acho que prenderam lá uma Sra. Dra. juíz não sei quê..." Angola? "Ah, em Angola não se passa nada, eles até estão a pagar o dinheiro todo às empresas Portuguesas" Líbia? "Oh meu amigo, a Líbia é um paraíso dos direitos humanos quando comparada com os Estados Unidos".

 

Para o resto dos mortais que se preocupa com os direitos humanos e com a liberdade de expressão o mapa mundo é igual ao mapa mundo geográfico independentemente se o país é amigo do Governo nacional. Isto acontece por uma razão simples, tão simples que é capaz de escapar a pessoas que passam o tempo a pensar, reflectir e debater tudo e mais um par de botas: os direitos fundamentais de todos os seres humanos não têm país, religião, género ou filiação partidária. Obviamente, a filiação partidária é que lixa isto tudo para esta gente. É pena.


Mas mais um pequena nota ainda: da mesma maneira como penso que esta esquerda bem pensante só dá tiro nos pés ao ter esta atitude, também não me convence - e dá-me vontade de rir - quando a direita cinzenta se lembra que existem violações dos direitos humanos na Venezuela apenas quando um empresário entra em greve de fome. Tenham paciência! Mais valia estarem caladinhos a apreciar relatórios de contas ou corrigir os erros de Português na Proposta de Proposta de Proposta de Revisão Constitucional.


 

 

 

Leituras

Venezuela: Close Chavez's New Censorship Office

Angola: Oil Wealth illudes Nation's poor

Lybya: Human Rights Watch Report

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D