Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

31 da Sarrafada

31 da Sarrafada

23
Nov10

#pfc2010 Pensar Fora da Caixa

FF

 

Estive nos últimos dois dias a pensar no que escrever sobre o "Pensar Fora da Caixa" e em que formato. Depois esqueci-me.

 

O que aconteceu o fim-de-semana passado em Coimbra é, sem dúvida, a prova de que é possível organizar um evento sem uma estrutura imensa: basta haver vontade. E (boa) vontade é coisa que não me pareceu que faltasse ao João Barros, à Telma Rodrigues e ao Telmo de Figueiredo bem como aos restantes envolvidos na organização deste evento que estão, desde já todos de parabéns.

 

Houve boa vontade e houve muito trabalho que se traduziu em dois dias com o Pavilhão Centro de Portugal em Coimbra cheio para ouvir os convidados.

 

Fui a Coimbra para falar de cidadania activa, de como usar as redes sociais para chamar a atenção para determinados temas e quando saí de Coimbra já sabia que algumas das pessoas presentes se estavam a organizar no Facebook. Por vezes basta mostrar que é possível para que as pessoas se motivem e os meus objectivos foram mais que cumpridos.

 

Não terei que ser eu a dizer se os objectivos gerais foram cumpridos ou não mas gostaria de deixar aqui algumas notas sobre o que observei.

 

A ter em atenção para edições futuras:

 

1. O espaço não era dos melhores - demasiado claro para se realizarem projecções - o que dificultou bastante algumas apresentações.

 

2. A escolha do orador inicial criou um momento Xanax, opaco que em nada ajudou o kick-off da conferência.

 

3. Penso que o público entrou formatado para este "Pensar Fora da Caixa" e por mais provocações que João Barros fizesse nunca se conseguiu, pelo menos no Sábado que foi quando eu estive presente, quebrar o modelo tradicional e criar um diálogo real entre oradores e participantes.

 

Hoje em dia começam-se a criar novos modelos de conferência que passam muito pela quase obrigatoriedade de participação activa que implica que os participantes não partam do princípio que quem está em cima do palco é o dono da verdade ou do conhecimento absoluto.

 

No meu caso pessoal o diálogo estabeleceu-se depois o que é positivo mas tem a desvantagem de não ter sido partilhado com todos os outros presentes.

 

Resta-me apenas agradecer ao João Barros & Co. a maneira como fui recebido em Coimbra. Para "miúdos" vocês são GRANDES! Espero notícias em breve sobre o PFC2011 ;-)

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D