Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

31 da Sarrafada

31 da Sarrafada

12
Fev10

Manifs, Megafones, ETC.

FF


A Manif
Este relato poderia ser pormenorizado, se existissem pormenores. Reza a história (estória) que 85 blogs se organizaram para demonstrarem ao Governo que estavam fartos dos ataques à liberdade de expressão.

 

 


Mobilizaram-se, usando a blogoesfera, o Twitter e, supomos o e-mail. Mobilizaram-se. Até vieram (5) do Porto. Não eram muitos. Eram os que mostram as fotografias.

 

Dizem que eram de todos os quadrantes políticos mas não eram. O dress code era branco, o Jel foi vestido de negro profundo. O seu colega, Falâncio, nem apareceu. Não existiram palavras de ordem.

 

O ambiente era o do BBC numa sexta-feira à noite com grupos isolados, na palheta. Infelizmente estava sol e não havia copos. Nem croquetes. Nem gajas a atacar os empresários. Havia t-shirts brancas para dar, que sobraram abandonadas numa caixa de cartão. T-shirts que muitos não vestiram por cima do fato cinzento escuro.

 

Como já disse, não havia copos o que torna qualquer evento social uma seca.

 

Um repórter da TVI perguntou-me se aquilo ia "encher mais" e antes mesmo que lhe respondesse desatou-se a rir.

 

A senhora do cartaz, segundo a PSP, aparece em todas as manifestações: é uma manifestante profissional. Seja que causa for. Acabou por ser a imagem de um povo revoltado e amordaçado que afinal não está.

 

E a razão pela qual não está é a de que, depois de entregarem a petição na AR, os (poucos) que lá estavam voltaram para os blogues. Onde se voltaram a exprimir livremente e, de repente, os números deixaram de interessar.

 

Era a causa que contava. Não foram capazes de reconhecer que o que se passou em frente à AR podia ter sido um almoço em qualquer lado. Ontem, se existiu alguma manifestação foi a manifestação de como, afinal, o tal do povo amordaçado não entra nestas coisas e deixa-se ficar a ver os programas da tarde nos vários canais de televisão.

 

O Megafone

 

As imagens falam por si. Após ter sido (apenas) utilizado para agradecer a presença dos "manifestantes", o megafone voltou ao tiracolo de Vasco Campilho. Quando um grupo restrito foi autorizado a entrar, pela escadaria principal na AR, Vasco Campilho levou o megafone com ele.

 

Um agente da PSP disse-lhe que deveria voltar atrás e deixar o artefacto  na rotunda onde ainda estavam os restantes "manifestantes".

 

Para o resto existem duas versões:

 

1) A que Vasco Campilho virou as costas ao PSP que foi atrás dele, tendo Vasco Campilho novamente sido parado ao cima das escadarias por outro PSP e um agente à paisana.

 

2) A que Vasco Campilho combinou com o primeiro PSP deixar o megafone na portaria da AR.

 

Se assim foi, não entendo a razão porque foi o primeiro agente da PSP atrás dele. Mas não vamos aqui especular.

 

ETC.

 

Quando decidi ir a São Bento fui apenas com uma máquina fotográfica. Queria que a máquina fotográfica falasse por si, que deixasse patente o que aconteceu desde as 12:56h até às 14:45h. Queria também experimentar o modelo de relato em directo via Twitter usando um simples telemóvel com ligação à internet.

 

Pensei, erradamente, que o Twitter ia estar "a ferver" com informação vinda dos organizadores da manifestação. Não estava. Parecia que lhes tinham cortado o pio. Eu estava lá, "o parvo que tirou o palito mais curto", para passar aos seguidores do Sarrafada o que realmente se estava a passar em frente a São Bento (mas sem conseguir evitar os comentários sarcásticos).

 

As reacções que tivemos foram positivas e fico (muito) feliz por isso.

 

Só fico mesmo chateado de ninguém me ter dado uma t-shirt. Ou um gin tónico. Ou de não ter visto o Crespo, a Manuela ou o Moniz.

 

Realmente é o Gin tónico o que me mais me incomoda em tudo isto.


 

 

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    FF 14.02.2010

    Pedro,
    As televisões foram todas convocadas. Estiveram à espera que os presentes fossem os suficientes para fazerem o directo.

    Combinaram entre si a que horas iam entrar no ar e fizeram o que tinham a fazer pois já lá estavam.

    Por outro lado, hoje em dia tudo é notícia na televisão. Neste momento estou a ver uma reportagem com gente em elevado estado alcoólico numa terra qualquer.

  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Arquivo

    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2010
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2009
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D