Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

31 da Sarrafada

31 da Sarrafada

08
Fev10

Declaração ao País

31 da Sarrafada

Portuguesas e Portuguesas,

A situação em Portugal é grave para não dizer muito grave ou, se fossemos desses que gostam de exagerar, diríamos que a situação  é aguda: Isto é, enfrentamos uma crise grave, que é ao mesmo tempo muito aguda e quem está pelo meio dos graves e dos agudos é que se lixa.

 

 


Não nos bastavam os políticos andarem por aí a falar chinês há muito tempo,  parece que agora nos andamos a ver gregos para atingir as metas que assumimos com uma tal de (des)União Europeia. Por um lado é positiva esta internacionalização por outro nem por isso.

 

Internamente o efeito Magalhães faz-se sentir, séculos depois do mesmo ter partido à aventura: O  fenómeno "Ah eu vou só ali ver se descubro qualquer coisa" (para depois vir apenas passar férias a Portugal) é cada vez mais um aliciante para muitos que acham que Portugal não vai a lado nenhum (e os que acreditam que vai a algum lado normalmente apontam para o fundo de um poço imaginário para descrever para que direcção acham que o país está a ir)

 

Com este cenário medidas têm que ser tomadas e, têm que ser pelo menos tomadas trifásicas para aguentar toda a electricidade que tem andado no ar pela blogua e no twitter.

 

Não é que esteja tudo mal, pois não está. É certo que (ainda) não existem agências de rating para isto mas não são todos os países que se podem orgulhar de usar o YouTube para divulgar escutas que supostamente estão em segredo de justiça; não são todos os países em que uma conversa de restaurante se torna o caso político da semana; não é em todos os países queo seleccionador da selecção dá uns murros a jornalista e não o demitem.

 

Por certo existem países que olham para nós e, com um grande suspiro, pensam: "Se ao menos aqui as coisas fossem como em Portugal" para depois continuarem a sua vidinha.

 

Por isso, Portuguesas e Portugueses, não desesperem!

O País continua dentro de momentos.

 

PS: Achamos o Mário Crespo fofinho

PS1: Achamos o Filipe Abrantes um crápula

 

 

 

 

 

 

 


 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D