Espólio Sarrafeiro
2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


Sarrafeir@s
Facebook
Share
Network Blogs
<
Related Posts Plugin for Blogs.
Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

 

 

Foto: Pedro Figueredo

 

 

 

Anda-se a falar muito dos outdoors do novo Mitsubish ASX porque utiliza o Facebook como peça central da sua campanha. Utiliza o Facebook e utiliza mal o Facebook. E porquê? Porque a [introduzir substantivo aqui] da agência decidiu  ser inovadora (dizem eles) e ter um perfil, como qualquer perfil pessoal, e não uma página.

 

 

Existe uma razão pela qual a casa mãe lá no Japão, onde o Facebook nem tem assim muito peso, tenha uma presença no Facebook como deve ser, ou seja, feita através de páginas. Mas claro, que a agência tuga, que não percebe um boi do que anda a fazer tinha que fazer melhor que os outros todos. Mais ainda, duvido que o cliente saiba que a agência anda a gastar o seu dinheiro em actividades ilegais.

 

A primeira vez que vi aquela aberração, que vai contra os Termos de Uso do Facebook, comentei que aquilo era exactamente o oposto a um post que tinha escrito no Diário 2, sobre marcas e privacidade no Facebook, muito recentemente.

 

Hoje o Rodrigo Saraiva andou a fazer publicidade ao seu blog PiaR no Twitter e fui lá dar uma espreitadela. Foi através dele que descobri um excelente post do Bruno Ribeiro, no Dissonância Cognitiva, sobre o assunto Mitsubishi.

 

Pensei que os comentários seriam unânimes sobre um aspecto: O que a agência estava a fazer com a marca era ilegal à luz dos Termos de Serviço do Facebook e provavelmente o dinheiro investido pelo cliente estaria a ser mandado à rua, quando o perfil for desactivado.

 

Sou muito ingénuo.

 

Um dos responsáveis da campanha, de seu nome Tomás Froes (que ainda não percebeu muito bem o que é o Twitter) teve a coragem de defender o indefensável sugerindo até que os Termos de Serviço do Facebook são recomendações.(ver comentários no post)

 

*Esperem que tenho que me rir agora um bocadinho*

 

Com gente desta só há uma coisa a fazer:

 

Ir a http://www.facebook.com/novoasx e fazer o seguinte:

 

 

1. Clicar em Denunciar/Bloquear esta pessoa

2. clicar em "Denunciar esta pessoa" e escolher "Perfil Falso"

3. Escolher "Não representa uma pessoa real"

4. Clicar em "Enviar"

 

É que não há pachorra para tanto desconhecimento e tanta arrogância!

 

Update: Entretanto foi enviado um mail para o Facebook. É que parece que por lá não gostam que usem a sua imagem sem pedir autorização primeiro.

 

 


Paulo Querido-gasta-palavras-para-mostrar-que-nao-percebe-o-facebook-
Apesar de ter gerado mais algum tráfego para o perfil do ASX, o que até acaba por ser positivo.

Mas vamos por partes.

Como primeiro ponto gostaria de sublinhar que os “amadores” conseguiram através do outdoor chamar a atenção a alguns “iluminados” que quando chegaram a casa, ligaram o computador, entraram no facebook e pesquisaram o conteúdo ASX. Talvez por ser um outdoor inovador e diferente do que já se viu até hoje. Menos mau.

Depois os mesmos “amadores” conseguiram criar algo que não é muito normal, ou sejam, decidiram estratégicamente não fazer o que milhares de marcas de todo o tipo fazem no facebbook, criar páginas ou grupos de fans. Pois é, os amadores decidiram tratar o ASX como uma pessoa, e vai dai criaram um perfil como se de uma pessoas se tratasse. Talvez por isso só os amigos tenham acesso á informação completa deste novo amigo. Talvez seja este o interesse dos amadores. Partilhar informação apenas com quem a quer partilhar. como nós fazemos com as nossas páginas pessoais.

Sobre o guia (muito) básico do facebook, convido os “profissionais” como o Paulo Querido a lerem bem o que está escrito. Essa leitura começa por uma boa tradução para Português do guia (de sugestões e não de regras) que está escrito originalmente em inglês.

Já o comentário do querer ser “cool” teria de me explicar melhor o que quer dizer, mas se ser “cool” é fazer campanhas integradas com ligação online/offline, como fazemos por exemplo para as marcas meo, tmn, staples, mimosa, BPI, e claro mitsubishi, só para citar alguns dos nossos clientes, então é isso que fazemos diariamente, e com resultados comprovados, em notoriedade, em vendas e em criatividade.


sinto-me:

Uma Sarrafada de: FF às 06:25
Link | Concentre-se a comentar

7 comentários:

Manuel Faisco @ 12:26

21/5/10

Não concordo com as opiniões nem com o "maldizer". A única coisa realmente estúpida e que ninguém repara é que o URL está mail escrito neste cartaz e nas várias centenas de cartazes em todo o país. É que www.facebook/novoasx não leva a lado nenhum. www.facebook.com/novoasx sim, mas não é isso que o cartaz diz. E naõ reparar nisto sim, é estúpido e grave. E se eu fosse cliente não pagava isto.

miguel @ 12:31

21/5/10

\o/
finalmente alguém descobriu a verdadeira inovação da campanha

João Vasconcelos @ 15:17

21/5/10

Não é por nada, mas comentários destes com guias práticos de como denunciar paginas e afins, para além de revisitarem as praticas dos bufos de outros tempos e também tresandam a uma certa dor de corno / interesse comercial.

Com tanta coisa digna de denúncia por aí fora, deixem lá os homens sossegados com a sua campanha infeliz.

FF @ 15:48

21/5/10

João Vasconcelos,
Cada um denuncia aquilo que quer além de que ensinar as pessoas a proteger a sua privacidade é o oposto às práticas que menciona.

Seria claro muito mais simples se realmente existisse um interesse comercial da minha parte ou até dor de corno. Ficaria tudo explicado. Mas não existe. Existe apenas uma revolta de tanta arrogância e tanta estupidez e, ao que parece, corporativismo desmesurado.

Vá lá fazer as denúncias que considera válidas e deixe os outros pensarem pela sua cabeça o que querem ou não denunciar.

Luis @ 23:21

19/6/10

Sinto-me tão mais seguro agora...

FF @ 00:05

20/6/10

Ainda bem Luís, prova superada.

Vasco Gonçalves @ 18:54

21/5/10

Caro João Vasconcelos,

Eu, assim como muitas outras pessoas que gostam da web e das redes sociais, entendo que se existem regras dentro das mesmas, elas são para cumprir! Em especial quando as mesmas são de defesa da privacidade das pessoas!!!
Neste caso até podemos comparar as mesmas a certos artigos do Código do Trabalho que dizem respeito à privacidade do trabalhador!
Da sua opinião eu calculo que você seja um interessado no assunto, e que seja um empregador que não está preocupado com a privacidade das pessoas!
Eu, após ler este e outros posts sobre o assunto, também fui denunciar o perfil em questão!
Assim como também denunciarei todos os atropelamentos às leis que existem em relação à privacidade das pessoas!
Se não se incomoda com a privacidade, esteja à vontade para colocar à disposição do público o seu nome, morada, e-mail, telemóvel, local de trabalho e já agora, idem para os seus familiares e amigos!
Infelizmente quem carregar em "add as friend" estará a disponibilizar várias informações pessoais aos proprietários do perfil! E isto acontece inconscientemente, porque nem toda a gente que anda pelo Facebook tem conhecimento daquilo a que está a dar acesso quando carrega num simples botão!
Nem toda a gente leva mais de 15 anos de Internet como eu, nem toda a gente se preocupa com o saber trabalhar a 100% com as redes sociais! Pelos vistos acontece isso com os publicitários desta campanha!
Defender quem não tem razão, e que ainda por cima é arrogante (como se pode ver noutro blogue) é pior que ser advogado do diabo!!!
A todos os que levantaram esta questão, os meus parabéns pelo alerta transmitido a toda a comunidade! :)

Comentar post

Sarrafadas Frescas

Muda de troika se não est...

Liga Europa: Uma fé inaba...

Liga Europa: Obrigado pel...

Dear Europe

Há crise???...

Liga Europa: O pesadelo d...

Oiçam bem esta voz!

|| Eu a falar sozinho

Liga Europa: Arigato nucl...

Não usem o direito a tort...

Comentários Fresquinhos
  • Fazer asneiras e ser bem sucedido e bem pago pelos...
  • Não é reteu, é reteve
  • o tunning é uma arte quando bem feito , tudo tem o...
  • O que esconde o Estado Português sobre o naufrágio...
  • Saiba mais sobre o misterioso naufrágio do navio B...
  • subscrever feeds